Cada crente em Jesus deve estar vigilante, atento e preparado para o dia glorioso do arrebatamento da Igreja.

 

 

02

O TRIBUNAL DE CRISTO

 

No Calvário, Deus nos tratou como pecadores; hoje somos tratados como filhos; no Tribunal de Cristo, seremos tratados como mordomos ou despenseiros.

A referir-se ao Tribunal de Cristo, o apóstolo Paulo usa a palavra grega ‘Berna ", que significa tribunal compensatório, não trata-se de um tribunal de condenação ou juízo, mas de recompensa, prêmio e galardão. Será o momento de prestação de contas (Rm 14.12), quando seremos recompensados pelo Senhor (Lc 14.14; 1 Co 4.5) e nossas obras serão julgadas para efeito de galardão (II Tm 4.8; 1 Pe 5.4).

 

1. PROPÓSITO DO TRIBUNAL

1.1 Não serão julgados os pecados dos crentes Mq 7.19; Hb 8.12;

10.17

1.2 Não será julgada a pessoa dos crente —1 Co 3.1

1.3 Não tem o propósito de condenar — J0 5.24; Rm 8.1

1.4 Tem o propósito de galardoar os crentes fiéis — Ap 22.12

2. OS PARTICIPANTES DO TRIBUNAL

2.1 Todos os crentes achados fiéis — II Co 5.10

2.2 Todos os pastores — Hb 13.17

2.3 Aqueles, que não tinham nenhuma ocupação na Igreja — Mt

25. 14-19

2.4 Será efetuado nos ares 1 Ts 4.17