Fórmula de Compasso

Quando fazemos uma leitura de uma partitura, antes de começar é necessário informar ao praticante como se faz a divisão rítmica de uma música; precisamos saber:

O número de batidas por compasso;

A figura de nota que representará cada batida.

Então, colocamos dois números no início da pauta que representam essas informações, é a Fórmula de Compasso, por exemplo:

Se uma determinada música possui uma pulsação de 3 batidas por compasso,

e cada batida será representada por uma SEMINIMA, teremos então que

informar o seguinte:

A música terá 3 balidas por compasso = 3;

Cada batida terá o valor de uma SEMINIMA, ou seja, terá um valor igual a 4ª parte da SEMIBREVE=4, Logo teremos uma Fórmula de compasso 3 por 4 ou ¾.

Exemplificamos uma batida igual a uma semínima (que tem valor de 1/4 de

semibreve).

Concluímos que para termos uma nota que dure por duas batidas temos que escrever uma Mínima, que e igual a soma de duas seminimas; por sua vez uma nota durando por 4 batidas será igual a semibreve. A colcheia terá então seu valor igual a metade da semínima.

Observe a divisão do compasso nas diferentes fórmulas ao lado. Os números abaixo da pauta indicam a posição de cada batida, procure tocar esse exemplo contando mentalmente os tempos (batidas). No caso das colcheias, devemos contar um "e" , entre cada batida.

valores de base 4, ou seja, são fórmulas de compasso 2 por 4, 3 por 4 e 4 por 4, o que na prática faz com que a figura da SEMÍNIMA tenha a duração de uma batida, fórmulas com valor base igual a 4.

A definição da figura de compasso é muito Importante.

Através dela que cada compasso fica limitado a uma quantidade de batidas proporcIonaIs, o que facilita a leitura, e o estudo da partitura.

Sempre antes da execução de uma música, devemos verificar a sua fórmula de compasso.