Balada de um Louco

Introdução: C E F C

E F C E F C

Dizem que sou louco por pensar assim

E F C E F Am

Se eu sou muito louco por eu ser feliz

Am/G F#m7(5b) F7M C F/G C

Mas louco e quem me diz e não é feliz, não é feliz

E F C E F C

Se eles são bonitos, sou Alain Delon

E F C E F Am

Se eles são famosos, sou Napoleão

Am/G F#m7(5b) F7M C F/G C C7

Mais louco é quem me diz e não é feliz, não é feliz

F C F

Eu juro que é melhor, não ser o normal

C D G F C/E Dm7 C

Eu posso pensar que deus sou eu

E F C E F C

Se eles tem três carros eu posso voar

E F C E F Am

Se eles rezam muito eu já estou no ar

Am/G F#m7(5b) F7M C F/G C

Mas louco e quem me diz e não é feliz, não é feliz, eu juro que é

E F C E F C

Sim, sou muito louco, não vou me curar

E F C E F Am

Já não sou o único que encontrou a paz

Am/G F#m7(5b) F7M C F/G C

Mas louco é quem me diz e não é feliz, eu sou feliz

 

 

Panis Et Circenses

 

Introdução: C C7 F/C

G A Am C G D Am

Eu quis cantar uma canção iluminada de sol

C G D Am

Soltei os panos sobre os mastros no ar

C G D Am

Soltei os tigres e os leões nos quintais

C G D Am

Mas as pessoas na sala de jantar

C D7 G

São ocupadas em nascer e morrer

G D Am C G D Am

Mandei fazer de puro aço luminoso um punhal

C G D Am

Para matar o meu amor e matei

C G D Am

Às cinco horas na avenida central

C G D Am

Mas as pessoas da sala de jantar

C D7 G

São ocupadas em nascer e morrer

G C G C

Mandei plantar folhas de sonhos no jardim do solar

G C

As folhas sabem procurar pelo sol

G C

E as raízes procurar, procurar

G D Am

Mas as pessoas da sala de jantar

C G D Am

Essas pessoas da sala de jantar

C G D Am

Mas as pessoas da sala de jantar

C G D Am

São ocupadas em nascer e morrer

 

 

Rua Augusta

Introdução: A E A

A

Subi a Rua Augusta a 120 por hora, Botei a turma toda do passeio pra fora

D

Fiz curva em duas rodas sem usar a buzina

E

Parei a quatro dedos da esquina, legal

D A

Hay, hay, Johnny, Hey, hey, Alfredo

A7 E

Quem é da nossa gang não tem medo

D A

Hey, hey, Johnny, Hey, hey, Alfredo

E A (A E A)

Quem é da nossa gang não tem medo

A

Meu carro não tem luz, não tem farol, não tem buzina

 

Tem três carburadores, todos os três envenenados

D

Só para na subida quando acaba a gasolina

E

Só passa se tiver sinal fechado, legal

A

Subi a 130 com destino à cidade e no Anhangabaú eu botei mais velocidade

D

Com três pneus carecas derrapando na raia

E

Subi a Avenida Prestes Maia, tremendão

 

[Repete]

 

TOP TOP

Introdução: Am C G Am C G Am C G C7 F C7 G C7

C7 F

Eu vou sabotar, Você vai se azarar

C7 A D G

O que eu não ganho eu leso Ninguém vai me gozar, não jamais

C7 F

Eu vou sabotar, Vou casar com ele

C7 A D G

Vou trepar na escada pra pintar seu nome no céu

Am G G#m Am Am G G#m Am

Sabotagem, Sabotagem, Sabotagem

F G Eb Bb C

Eu quero que você se top, top, top

C7 F

Ninguém vai dizer Que eu deixei barato

C7 A D G C7

Vou me ligar em outra, Te dizer "bye, bye" até nunca, jamais