CHORANDO NO CAMPO

Introdução: G Gm Am7 D7

G Gm Am7 D7

A chuva vai, chorando

G Gm Am7 D7

E o meu amor, num vai e vem

G7 C F D7

No céu, no chão, a rede vai e vai levando, ou, ou

G Gm Am7 D7 G Gm Am7 D7

A noite além da noite, Me faz lembrar o que eu não vivi

G7 C F D7

Toda essa história, esse segredo, memórias, de um vendaval

G C G C

Pela estrada enquanto eu passo O cinema é só ilusão

G G7 C F D7

Vou chorando pelo campo No meio de um temporal

G Gm Am7 D7 G Gm Am7 D7

A chuva dá saudades, de um lugar que eu nunca fui

G7 C F D7

E o vento vai soprando, um choro tão distante

G C G C

Pela estrada enquanto eu passo O cinema é só ilusão

G G7 C F D7

Vou chorando pelo campo No meio de um temporal

G Gm Am7 D7

Esse temporal <<Bis>>

 

DIAS DE LUTA

Am Em Am

Só depois de muito tempo fui entender aquele homem

Em Am

Eu queria ouvir muito mas ele me disse pouco

C F7M Em F7M C

Quando se sabe ouvir não precisam muitas palavras

F7M Em F7M Am Em Am

Muito tempo eu levei pra entender que nada sei, que nada sei

Em Am

Só depois de muito tempo comecei a entender

Em Am

Como será meu futuro, como será o seu?

C F7M Em F7M C

Se meu filho nem nasceu, eu ainda sou o filho

F7M Em F7M Am Em

Se hoje eu canto essa canção, o que cantarei depois

Am

Cantar depois, o quê?

C F7M Em F7M C

Se sou eu ainda jovem passando por cima de tudo

F7M Em F7M Am

Se hoje canto essa canção o que cantarei depois

Am Em Am

Só depois de muito tempo comecei a refletir

Em Am

Nos meus dias de paz Nos meus dias de luta

C F7M Em F7M C

Se sou eu ainda jovem passando por cima de tudo

F7M Em F7M Am

Se hoje canto essa canção, o que cantarei depois

C F7M Em F7M C

Se sou eu ainda jovem passando por cima de tudo

F7M Em F7M Am

Se hoje canto essa canção, o que cantarei depois

Am

Cantar depois, o quê?

 

Envelheço na cidade

 

Introdução: G Em G A / G Em G A / C A C A

G Em G A

Mais um ano que se passa, mais um ano sem você

G Em G A C A

Já não tenho a mesma idade, envelheço na cidade

G Em G A

Essa vida é jogo rápido para mim ou pra você

G Em G A

Mais um ano que se passa e eu não sei o que fazer!

C A C A

Juventude se abraça, se une pra esquecer

C A C A

Um feliz aniversário para mim ou pra você

D

Feliz aniversário, envelheço na cidade

A

Feliz aniversário, envelheço na cidade

D

Feliz aniversário, envelheço na cidade

A

Feliz aniversário

G Em G A

Meus amigos minha rua, as garotas da minha rua,

G Em G A C A

Não os sinto, não os tenho mais um ano sem você

G Em G A

As garotas desfilando, os rapazes a beber

G Em G A

Já não tenho a mesma idade, não pertenço a ninguém

C A C A

Juventude se abraça, se une pra esquecer

C A C A

Um feliz aniversário para mim ou pra você

[Repete]

 

FLASH BACK

Introdução: A A5+ A6 A5+ A A5+ A6 A5+

A A5+ A6 A7

Quando seu rosto aparecer na minha porta

D C#m7 F#m

E seu olhar simplesmente encontrar

Bm7 C#m7 Dm7 E7(9)

O meu sorriso dizendo bem vinda pode chegar

A A5+ A6 A7

Quase parada você vai entrar encabulada

D C#m7 F#m

Vendo que aqui pouca coisa mudou

Bm7 C#m7 Dm7 E7(9)

Nós sentaremos Sentindo que agora tudo, tudo passou

D A/C# Bm Bm7/A E7

Acho que eu mereço ganhar o Prêmio Nobel da paz

D A/C# Bm Bm7/A G F#m Em D C#m Bm

Acho que eu preciso brindar O nosso amor

 

A A5+ A6 A5+

[SOLO]

A A5+ A6 A7 D E/G# F#m

Mas de repente eu me vejo sozinho E minha porta fechada pro amor

Bm7 C#m7 Dm7 E7(9)

Foi só um flash-back Por que meu cigarro neste instante apagou

D A/C# Bm Bm7/A E7

Acho que eu mereço ganhar o Prêmio Nobel da paz

D A/C# Bm Bm7/A G F#m Em D C#m Bm

Acho que eu preciso brindar O nosso amor <<Bis>>

G F#m Em D C#m Bm A

[SOLO]

 

FLORES EM VOCE

 

Introdução: C G

C G4

De todo o meu passado

C G4

Boas e más recordações

C G4

Quero viver meu presente

C

E lembrar tudo depois

F7M Em7

Nessa vida passageira

F7M Em7

Eu sou eu, você é você

F7M Em7

Isso é o que mais me agrada

F7M Em7 Bm7

Isso é o que me faz dizer

(C G)

Que vejo flores em você

[Repete]

(C G)

Que vejo flores em você

(C G)

Que vejo flores em você

C G

Que vejo flores em você

 

 

GRITOS NA MULTIDAO

Introdução: Asus4 A E

A

Sabe faz, faz tanto tempo faz

D

Já faz um tempo faz, estou querendo mais

A

Preciso ir embora, tomo uma coca-cola

E E7

Não se preocupe mais eu não perturbo mais

A Asus4 A

Já disse adeus a mãe, já disse adeus ao pai

A

Estou desempregado, estou desgovernado

D

A fome me faz mal, estou passando mal

A

Mas vou entrar na luta, eu vou sair na rua

E E7

Já vejo a poluição já esta ficando perto

A Asus4 A

Esse e o coração da maquina do esperto

A

E aqui estou então, não estou sozinho não

D

É mais de um milhão, ninguém mais pensa irmão

A

Existe confusão

E E7

Gritos na multidão é o fim da convenção

A

Gritos na multidão, pobre de ti irmão

 

 

Justiça Militar, Justiça Civil

Introdução: N.C. / A G Ab [Repete]

[SOLO]

[SONS E EFEITOS SONOROS]

[FALANDO PELO RÁDIO]

Justiça militar, Justiça civil...

Justiça militar, Justiça civil...

Justiça militar, Justiça civil...

Justiça militar, Justiça civil... [Repete]

[PARADA]

 

 

LOGO DE CARA

Introdução: A C#m Bm A

A D

De onde você vem? Quem vai te levar?

Bm E A

Quem te faz sorrir? Quem te faz chorar?

D

Qual será seu nome? Quais são seus amores?

Bm E Fo F#m

Você me faz imaginar Te vejo de longe

C# F#m B

Quero chegar Algo não deixa eu me aproximar

G

Você ilumina todo lugar

A C#m Bm A

[SOLO]

A D

Quais são suas cores? Quais são seus desejos?

Bm E A

Quais são seus amigos? Quais serão seus medos?

D

Q que faz de dia? O que faz de noite?

Bm E Fo F#m

Você me faz imaginar Te vejo distante

C# F#m B

Vou te falar Todas as coisas que você me faz pensar

G

Você ilumina todo lugar e eu quero paz

A D Bm E A C#m Bm A D Bm E Fo

[SOLO]

F#m C#

Te vejo de longe Quero chegar

 

F#m B

Algo não deixa eu me aproximar

G F#m

Você ilumina todo lugar Te vejo distante

C# F#m B

Vou te falar Todas as coisas que você me faz pensar

G

Você ilumina todo lugar e eu quero paz

 

 

N.B. Nucleo base

E A B7 E A B7

Meu amor eu sinto muito, muito, muito, mais vou indo

E A B7 E A B7

Pois é tarde, muito tarde e preciso ir embora

E A B7 E A B7

Sinto muito meu amor mas acho que já vou andando

E A B7 E A B7

Amanhã acordo cedo e preciso ir embora

E A B7 E A B7

Eu queria ter você mas acho que já vou andando

E A B7 E A B7

Outro dia pode ser mas não vai dar pra ser agora, lá lá-lá lá lá-lá lá

E Ebm A B A

Eu tentei fugir não queria me alistar

G#m F#m B E

Eu quero lutar mas não com essa farda

Ebm A B A

Eu tentei fugir não queria me alistar

G#m F#m B7 E A B7

Eu quero lutar mas não com essa farda

E A B7 E A B7

E já esta ficando tarde e eu estou muito cansado

E A B7 E A B7

Minha mente está tão cheia e estou me transbordando

E A B7 E A B7

Você pensa que sou louco mas estou só delirando

E A B7 E A B7

Você pensa que sou tolo mas estou só te olhando, lá lá-lá lá lá-lá lá

E Ebm A B A

Eu tentei fugir não queria me alistar

G#m F#m B E

Eu quero lutar mas não com essa farda

Ebm A B A

Eu tentei fugir não queria me alistar

G#m F#m B7 E A B7

Eu quero lutar mas não com essa farda

E G#7 A G#m F#m E

Mas não com essa farda, mas não com essa farda, Mas não

 

 

POBRE PAULISTA

 

Introdução: A A9 A / A B D E

 

A B D E A B D C# C B

Todos os não se agitam, Toda adolescência acata

A D E

E a minha mente gira E toda ilusão se acaba

A B D E A B D C# C B

Dentro de mim sai um monstro Não é o bem, nem o mal

A D E

É apenas indiferença É apenas ódio mortal

D E D E

Não quero ver mais essa gente feia Não quero ver mais os ignorantes

D E D E

Eu quero ver gente da minha terra Eu quero ver gente do meu sangue

A F#m Bm E A F#m Bm E

Pobre São Paulo, Pobre paulista, Oh, Oh <<Bis>>

[Repete]

D E D E

Eu sei que vivo em louca utopia Mas tudo vai cair na realidade

D E D E

Pois sinto que as coisas vão surgindo É só um tempo pra se rebelar

A F#m Bm E A F#m Bm E

Pobre São Paulo, Pobre paulista, Oh, Oh <<Bis>>

[Repete]

D E D E A E

Parou, pensou e chegou a essa conclusão

A F#m Bm E A F#m Bm E

Pobre São Paulo, Pobre paulista, Oh, Oh

A F#m Bm E

Pobre São Paulo, pobre paulista Pobre São Paulo, pobre paulista <<Bis>>

 

 

Prisão das Ruas

Introdução: Em Bm C G Am Dsus4 D G

Em Bm C

Momentos silenciosos foram aqueles

G Am Dsus4 D G

Em que eu e você ficamos nos olhando, a sós

Em Bm C

Momentos mágicos onde eu esquecia

G Am Dsus4 D G

A realidade da minha vida

Am Dsus4 D G Em Bm

Do meu dia a dia A paz em meu espírito

C C#m7(5b) D

Em doses homeopáticas Podia ser mais, mas eu sei que é só isso

Ebm7(5b) Em D C

Eu insisto, Eu confesso

G/B Am Dsus4 D G

Eu não presto mas existo

Em Bm C

Momentos silenciosos foram aqueles

G Am Dsus4 D G

Em que eu e você ficamos nos amando, a sós

Em Bm

Seu rosto, seu sorriso

C G Am Dsus4 D G

Sua pele, sua musicalidade me acalmavam, doce ópio

Em Bm C

Na fila dos bancos No trânsito confuso

C#m7(5b) D

Ouvindo rádio em qualquer estação

Ebm7(5b) Em Bm C G Am Dsus4 D G

Preparado para a prisão das ruas

Em D C G/B Em

[SOLO]

 

 

RUA PAULO

Introdução: E7

E7

É na rua Paulo que me sinto bem

Pois meus amigos estão lá também

Já faz algum tempo que não sei como é que estão

Advogados, bêbados, dentistas eu faço canção

A E B

Da esquerda para direita não consigo encontrar

A E B

Um lugar para residir um lugar para descansar

A E B

Sou menino da rua Paulo de um bairro em Budapeste

A E B E7 E7

Sou menino de São Paulo lá da Vila Mariana

E7

Andando nas ruas o sol me faz suar

E o som de maquinas e homens se misturam no ar

Então as coisas fluem e me deixo levar

Até o bar mais próximo as mágoas encharcar

A E B

Eu já sou um homem e estou na selva

A E B

E se arrumar encrencas, só minhas costas pesarão

A E B

Eu já sou um homem, mas mereço umas palmadas

A E B E7 E7

Oh amor te, peço, só não batas na minha cara

Dance, dance, dance

[Repete]

 

 

A E B

Sou menino da rua Paulo de um bairro em Budapeste

A E B E7

Sou menino de São Paulo lá da Vila Mariana

A E B A E B

Ou, ou, eu já sou um homem, Ou, ou, e estou na selva

A E B A E B

Ou, ou, só minhas costas pesarão, Ou, ou, sou menino da rua Paulo

 

TEOREMA

 

Introdução: A

A D

Não vá embora Fique um pouco mais

G D

Ninguém sabe fazer O que você me faz

A D

É exagero E pode até não ser

G D

O que você consegue Ninguém sabe fazer.

Bm E

Parece energia mas é só distorção

F# D Bm E F#

E não sabemos se isso é problema

D F# A

Ou se é a solução Não tenha medo

D G

Não preste atenção Não dê conselhos

D A D G

Não peça permissão É só você quem deve decidir o que fazer

D Bm E

Pra tentar ser feliz Parece energia mas é só distorção

F# D E Bm F# D E A

E parece que sempre termina Mas não tem fim

A D

Não vá embora Fique um pouco mais

G D

Ninguém sabe fazer O que você me faz

A D

É exagero E pode até não ser

G D

O que você consegue Ninguém sabe fazer

Bm E

Parece um teorema sem ter demonstração

F# D E Bm F# D E A

E parece que sempre termina Mas não tem fim

 

 

Um Dia Como Hoje

Introdução: G C Am D Am C D

G C Am D Am C D

Você se sente numa guerra? O seu dinheiro paga o seu pão?

G C Am D Am C D

Suas crianças estão na escola? Você é capaz de se entregar ao amor?

Am C D Am C D

Eu posso estar errado Mas eu devo cantar essa canção

Am C D Am C D

Eu posso estar errado Mas eu devo cantar essa canção e questionar

G C Am D Am C D

[SOLO]

Am C D Am C D

Você acredita no destino? Você acredita na cura?

Am C D Am C D

Você acredita no inferno? Você acredita no céu

Am C D Am C D

Você acredita no sangue, na fome? Você acredita no Brasil?

Am C D Am C D

Você acredita no Napalm Você dá presentes no Natal

Am C D Am C D

Eu posso estar errado Mas eu devo cantar essa canção

Am C D Am C D

Eu posso estar errado Mas eu devo cantar essa canção

e questionar, e questionar

[Repete]

 

 

Você não serve pra mim

Introdução: C#m Ab

C#m F#

Não fique triste, não se zangue Com tudo que eu vou lhe falar

A B Ab

Sinto demais, porém agora Tenho que lhe explicar

C#m F#

Você comigo não combina Não adianta nem tentar

A B Ab

Não vejo mais razão nenhuma Pra continuar

C#m Ab C#m

Não quero mais seu amor Não pense que eu sou ruim

Ab C#m B A Ab C#m

Vou procurar outro alguém Você não serve pra mim

C#m F#

Uma palavra de carinho Jamais ouvi você falar

A B Ab

Seu beijo tão indiferente Foi o que me fez pensar

C#m F#

No tempo que eu estou perdendo No amor que eu tenho para dar

A B Ab

Deve existir alguém querendo O que você não quis ligar, Não quero mais!

 

 

F#

Pode ser que alguém lhe queira dar um grande amor

Quero que você seja feliz com outro alguém

Ab

Porque eu

[Repete]